Continuidade e mudança no Norte da Lusitânia no tempo de Augusto

Armando Redentor, Pedro C. Carvalho

Resumen


A época de Augusto nos territórios do Norte da Lusitânia é avaliada do ponto de vista do registo arqueológico e a partir da documentação epigráfica regional referente ao fundador do império, analisando-se, em síntese, o processo de integração territorial e o estabelecimento de um novo quadro de povoamento, notando as nuances percecionáveis entre o litoral e o interior num cenário que se afigura de continuidade e de mudança.

Texto completo: PDF

Refbacks

  • No hay Refbacks actualmente.





Gerión. Revista de Historia Antigua
ISSN 0213-0181
ISSN-e 1988-3080

© . Universidad Complutense de Madrid
Biblioteca Complutense | Ediciones Complutense