As Doações "Inter Virum et Uxorem" no Direito Medieval Português

José Domingues

Resumen


Ao redigir a colectânea portuguesa de Ius proprium, na primeira metade do século XV, o compilador de el-rei D. Afonso V reservou um título exclusivo para a doação feita pelo marido à mulher e pela mulher ao marido. Trata-se de uma temática medieval em evidência na grande parte dos ordenamentos jurídicos do velho continente, inevitavelmente, condicionada pelo renascimento jurídico do Direito romano (séc. XII). Embora as Ordenações lusas dispensem a primazia alcançada pelo princípio justinianeu da proibição das doações entre cônjuges, não deixam de o ter em conta e enveredam por uma validade bastante condicionada, arraigada em fragmentos consuetudinários, castelhanos e do regime jurídico sucessório vigente no reino.

Texto completo: PDF (Português)

Refbacks

  • No hay Refbacks actualmente.





Cuadernos de Historia del Derecho
ISSN 1133-7613
ISSN-e 1988-2541

© . Universidad Complutense de Madrid
Biblioteca Complutense | Ediciones Complutense